24
Jul 10
HÁ SESSENTA E NOVE ANOS ! …. 1 de Setembro de 1939. Parece que foi ontem ! Manhã brumosa. Na paria apenas e quase só os banhistas de todo o ano. Os de Agosto já tinham partido e os de Setembro estariam a chegar e a desfazer as malas. O mar, apesar do tempo enevoado, convidava a um mergulho. As ondas desfaziam-se, beijando a areia. O sinal sonoro – a Ronca da Póvoa – lá se fazia ouvir desde a Boa Nova até Esposende, prevenindo os mareantes contra os perigos, escondidos pelo nevoeiro - a Ladra, perto da barra da Póvoa, os escolhos desde Leixões até aos Cavalos de Fão, sinistra e constante a ameaça para os mais desprevenidos ou incautos marinheiros. O Modesto, na cabine de som instalada no areal, junto ao passeio da avenida dos Banhos, em frente do Passeio Alegre, ia entretendo com modinhas brasileiras, os poucos passeantes que naquela manhã nevoenta, numa espécie de tirar água à nora, se afoitavam a circular entre o espaço entre o toldo de zinco do Miguel Mouco e a Esplanada. Assim decorria aquela manhã de 1 de Setembro, dia de má memória. Como habitualmente pelo meio dia o falecido amigo interrompeu a sessão de música gravada, e desejando aos escutantes um bom almoço e informando que pelas 3 ou 4 horas da tarde, ali estaria esperando aqueles que quisessem dedicar um disquinho à sua bem amada, os aguardaria com as coqueluches de então, como “O PIRATA DA PERNA DE PAU, OLHO DE VIDRO, CARA DE MAU”. A rapaziada poveira, mesmo sem música, continuou a lançar-se às salsas ondas, num frenesim empolgante, desafiando as vagas que se iam enrolando na areia da praia, de mistura com os corpos amorenados do Sol de Agosto que se foi. E de repente, o som musical da Cabine e a voz do Modesto, volta a ouvir-se. Qual a razão para este recomeço de transmissão ? Todos se interrogavam e, nesse momento, o Modesto voltou aos microfones, chamando a atenção para uma notícia de última hora: “-A Cabine de Som, cumprindo com a sua obrigação de não dar só música aos veraneantes da Póvoa e prestar-lhes outros serviços, quer também dar-lhes um eficiente serviço de informação. E assim, com mágoa, dá a conhecer que na madrugada de hoje as tropas nazis, invadiram o corredor de Dantzig, cortando as ligações da Polónia com o Mar Báltico. A aviação alemã bombardeou já algumas povoações polacas. Os governos Francês e Inglês, convocaram uma reunião ministerial para analisar o insólito problema. Parece que vão estudar um ultimatum dirigido ao governo alemão, para que se retire, imediatamente, de Dantzig.” Com uma notícia assim de chofre, os poucos banhistas que estavam na língua da maré, rapidamente deixaram o banho e correram, pode dizer-se, para o Universal, o único café então da Póvoa que se dava ao luxo de ter um aparelho de rádio, para ouvirem o noticiário da uma hora da tarde, da Emissora Nacional e saberem mais pormenores. Para as gentes de hoje, talvez possa parecer impossível, a corrida que se gerou para o Universal, dado que hoje qualquer bicho careta tem acesso aos transístores, pequenos rádios portáteis, telemóveis com televisão e, nas nossas casas, naquele ano de 39, os modernos meios de informação e divertimento era um sonho irrealizável – televisão, nem sequer se pensava ainda e, os rádios, só os endireinhados os possuíam. E foi assim que tomamos conhecimento do que seria a causa da grande hecatombe que assolou a Europa, primeiro e, depois o mundo durante mais de seis anos, com as consequências terríveis de uma guerra - fome, mortandade, holocausto, destruição, em suma, miséria – e nós por cá sentimos e bem o que foram esses seis anos - racionamento com alimentos às pingas, faltou tudo o que era de primeira necessidade e não só. Principiaram por cá as mobilizações e a nossa juventude lá partiu para a Madeira e Açores e para o Ultramar, como então chamavam a Cabo Verde, Guiné, Angola, Moçambique, Índia Macau e Timor. Foram tempos difíceis que esperamos não se voltem a repetir. Braga, 12 de Agosto de 2008 LUÍS COSTA
publicado por Varziano às 18:54

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
22

25
26
27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO