12
Jul 10
A CULPA FOI DO BANDALHO Aflita a mulher do Tone da Rasca, como o seu “home” há dias andava à rasca, dando azo à sua alcunha, com uma enorme diarreia, tomou a peito tratar do seu mal e procurou um médico, arrastando-o, contra sua vontade até ao hospital, Chegados à consulta um velho e experimentado médico, ouviu com atenção o seu rude linguajar. Sujeito a várias perguntas lá foi confessando ao facultativo o seu mal. Há dias, depois de uma “borga”, tinha bebido uma mixórdia qualquer a acompanhar um cozido de “bandalho” (1), que tinham apanhado nas redes depois de vários dias de intenso temporal. Talvez, tenha sido o raio do “bandalho” que lhe tinha dado cabo das tripas e, agora era um correr para se aliviar. O bom do médico, comovido com a maneira que tanto a mulher, por simpatia e, o Tone da Rasca, por má experiência, estavam atrapalhados, perguntou ao Tone: -Olhe lá. Quantas vezes ao dia você vai ao banheiro ? -Como, se “dotor” ? -Sim, quantas vezes vai ao W.C ? Ora, para o rude homem do mar, era uma linguagem que ele não entendia, e o doutor, resolveu usar uma linguagem mais “terra a terra”: -Olhe lá, quantas vezes vai à “casinha”? -Se “dotor” ! Uma ! -Então isso não é o que vocês julgam. As dores devem ter outra razão. Uma só vez, não é nada. -Se “dotor” , mas das outras vezes é “antre o milho”. --------- (1) - BANDALHO é o peixe que preso nas redes acaba por morrer e devido ao meu tempo, não pode ser recolhido e mantendo-se no mar por alguns dias não pode ser vendido na lota e a pescaria aproveita para as caldeiradas.
publicado por Varziano às 14:42

Julho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
15
16
17

18
22

25
26
27
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO