25
Ago 08
NO CENTENÁRIO DO NASCIMENTO DE UM HOMEM DE RESPEITO Há cem anos viu a luz do dia um homem de respeito, um homem bom, da Póvoa do Mar. Paladino da sua terra, sempre por ela pugnou, contra ventos e marés, não se cansando de levar a nome da sua terra até aos quatro do cantos mundo onde sempre chegava a sua mensagem de amor à terra que o viu nascer. Refiro-me como é óbvio aquele que durante várias décadas esteve à frente de jornal semanário COMÉRCIO DA PÓVOA DE VARZIM, cujo centenário se comemora também neste ano da graça de 2001, Manuel Agonia Frasco. Talvez caiba aqui dizer como começou a minha colaboração neste semanário que leva notícias da Póvinha do Mar, até aqueles que, por várias razões, estão longe da terra onde foram nados ou nela se radicaram por longos anos e a passaram a amar, como se póveiros fossem. Estavamos, possivelmente, no finais da década de quarenta do século passado, quando com a minha saudosa filha, que Deus haja, Conchita Costa, principiamos, os dois, a alinhavar uns escritos que relatavam factos, ocorrências da vida da Póvoa e das suas gentes e costumes. Apenas, a princípio, pensávamos em arquivar essas recordações sem nunca pensar em as dar à estampa. Aqui, agora é que entra, como motor de arranque, o nosso homenageado de hoje - Agonia Frasco. Não posso precisar como é que ele teve conhecimento dessas notas que, em horas de ócio, nos entretíamos, eu a recordar e ela, minha filha, a alinhavar. O que é certo é que tendo, por linhas travessas, elas chegado à redacção de "O Comércio", logo o director as aproveitou e as transportou para linhas de forma. Se não fora o entusiasmo, do velho amigo Agonia, nunca, certamente essas viriam a luz do dia. Com o entusiasmo que lhe era peculiar, incentivou-nos a continuar e de então para cá, a princípio em parceria com a Conchita, e mais tarde quando, por motivos profissionais teve de se deslocar para Lisboa, passei a inteiramente a assinar os escritos que com alguma regularidade enviava. Mas passemos adiante e vamos recordar algumas coisas relacionadas com o velho "Comércio". Recordo que conheci este velho semanário, ainda com oficinas na rua Cidade do Porto, no gaveto desta rua com a Praça da Republica, ou se melhor quiserem, com o Largo de São Roque, onde, creio, que Manuel Agonia, tinha um estabelecimento onde, por vezes, se reuniam velhos e novos republicanos e onde ainda na citada rua, estava a oficina de impressão e redacção. Recordo que ao passar por êste local, ouvia sempre o matraquear de uma máquina impressora, talvez uma "Marinoni" que era movida, braçalmente, pela Reigoiça, uma pescadeira que tinha um genro que era tipógrafo dessa oficina. Foram tempos difíceis para o jornal e para o seu Director, sempre sujeitos ao lápis azul da censura. Quantas vezes, com o jornal pronto a saír, todo ele tinha de ser recomposto porque um ou outro pequeno pormenor tinha sido eliminado pela Censura. Certa vez, por alturas de eleições livres, como a todos os ventos anunciavam, mas que de concreto não eram realizáveis, resolvi a medo, escrever um artiguelho, parodiando uma sessão política do século dezanove, mas que era perfeitamente aceitável para a ocasião. Desconfiando que jámais fosse possível tal artiguelho passar pelas malhas políticas, enviei-o ao amigo Agonia, para dar a sua opinião. Com espanto vi que a paródia tinha ultrapassado o muro da vergonha da Censura e a sua publicação tinha sido efectivada. Isto foi uma manobra arriscada de Agonia que, quando podia sempre aproveitava ao máximo uma crítica sadia. Os fininhos e sábios censores não atingiram a critica e a coisa passou para gáudio de todos nós. Por hoje não me alongo mais. É esta a forma que eu tenho de homenagear e lembrar o centenário um póveiro excepcional, lembrando ainda, se não o foi, deve a Comissão de Toponímia Póveira, colocar o seu nome numa rua nobre da Póvoa, como nobre sempre foi o seu caracter. Termino como comecei esta pequena homenagem : HÁ CEM ANOS VIU A LUZ DO DIA UM HOMEM DE RESPEITO, UM HOMEM BOM, DA PÓVOA DO MAR. Braga, Outubro de 2001 LUIS COSTA luis.dias.costa@clix.pt
publicado por Varziano às 18:17

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22
23

24
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO